O que é e como gerar código EAN-13 sem uma impressora especial?

O que são e como gerar código EAN-13? Neste post você irá aprender o que é o EAN-13 e vamos ver opções de como criar uma planilha Excel (sem macros).

O que é o EAN-13?

Todo mundo que já foi ao supermercado já viu o caixa do mercado “passar” o código de barras em uma luz vermelha e a telinha do computador encontrar o produto e dizer o preço e o nome daquele produto. Este código de barras lido pelo laser é o código EAN-13. Todo produto comercializado tem este código e ele é único por produto, toda pipoca doce de 200g fabricada pelo Chico Pipoqueiro terá o mesmo código de barras, mas nenhum outro produto no mundo (pipoca ou não) terá este mesmo código de barras. Mas quem garante isso? Existe um formato padrão para o código EAN-13 mundialmente conhecido. No Brasil este padrão é administrado pela GS1 Brasil. O código EAN-13 é dividido em 4 partes.

E quais são estas 4 partes?

  • Primeira parte: 3 posições representa o país que fabricou o produto. Produtos fabricados no Brasil iniciam com 789 ou 790. Quando você olhar um código de barras e este for 789 ou 790 significa que foi produzido no Brasil, clique aqui para conferir o código dos demais países.
  • Segunda parte: composta geralmente por 5 posições é o código da empresa. Cada empresa terá um código diferente (para obter o seu código acesse o portal GS1 Brasil. É importante consultar o custo deste cadastro que vária conforme o número de produtos a serem cadastrados).
  • Terceira parte: esta é a parte do código do seu produto. A quantidade de posições desta parte irá depender do tamanho do seu código de empresa (segunda parte). As três primeiras partes devem somar 12 posições de caracteres. Tomando por base o código da empresa tendo 5 posições, somamos mais 3 do código do país e nos sobram então 4 posições para o código do produto (3 + 5 + 4 = 12). Este código de 4 posições deve ser numérico (como todo o restante do código). Você deve gerar um diferente para cada produto seu. Já pensou o cliente passar um pacote de fraldas no caixa e aparecer como se fosse uma cerveja? Portanto cuidado com isto.
  • Quarta parte: Esta parte é composta de 1 posição (completando as 13 posições do código EAN-13) e é o nosso digito verificador. Este digito verificar ajuda a validar se o código de barras é válido ou não. Como é calculado o dígito verificado? Veremos abaixo…

Como é calculado o dígito verificador do código EAN-13 afinal?

O dígito verificar do nosso código EAN-13 é calculado através de uma fórmula matemática. Os números em posições impares (primeira posição, terceira, quinta, etc) são multiplicados por 1 e somados. Os números em posição pares são multiplicados por 3 e somados também. No final somamos os resultados.

789100031550SOMA
Multiplicações7249300091155073

Agora dividimos este resultado por 10 e pegamos a parte inteira (antes da vírgula). No exemplo 73/10 = 7,3, vamos pegar o 7. Vamos somar 1 a este resultado, no exemplo ficamos com 8. Posteriormente vamos multiplicar este resultado por 10 (ex. 8 * 10 = 80. Agora deste resultado vamos subtrair o valor da soma inicial (continuando o exemplo: 80 – 73 = 7). Enfim, este é o nosso digito verificador: 7

E como fica graficamente este código de barras?

Até agora calculamos o dígito verificador, isto é útil, mas como fazemos ele virar aquela imagem zebrada?

O que fizemos até agora é útil para salvarmos no nosso ERP e para o mercado (ou quem for comercializar nosso produto) salva no seu sistema para resgatar os dados e o preço quando cliente adquirir o produto. Agora, como faço para imprimir o código na caixa do meu produto para o “laser vermelho” ler ele e fazer a mágica?

Temos algumas opções ai, termos uma impressora “Zebra” (veja uma consulta dessas impressoras aqui). Mas não precisamos “de cara” fazer um investimento destes. Podemos utilizar uma planilha eletrônica (Excel para os íntimos) e gerar uma etiqueta “bonitona” para colar em nosso produto. Após gerar podemos simplesmente imprimir esta etiqueta em uma impressora laser (aquelas comuns) em um papel de etiquetas e colar em nosso produto.

IMPORTANTE: procure o GS1 Brasil para pegar o seu código de empresa, não adquira ou use códigos EAN-13 de terceiros.

Abaixo o exemplo do código gerado em uma planilha eletrônica:

Exemplo de uma etiqueta de código de barras EAN-13 gerada por uma planilha eletrônica.

Mas como eu faço uma planilha destas?

Você pode fazer a sua própria planilha. Para isso é só seguir as regras do cálculo do digito verificar, baixa a fonte do EAN-13 (esta fonte geralmente é paga) e então “converter” para que seja gerado. Não é tão complicado quanto parece, mas existem outras formas…

Ou você pode adquirir uma pronta. Mas cuidado, porque a maioria das planilhas prontas vêm com macros. Fique atento com a origem da sua compra pois macros podem ser utilizadas para instalar vírus em seu computador.

Outra opção é comprar uma planilha Excel que não utiliza macros. Nós disponibilizamos uma aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *